Dronemonitoramento revela a incrível biodiversidade marinha no ES

Autor: Anna Flavia Sacchetto - Projeto Amigos da Jubarte


Estudos apontam o litoral do Espírito Santo como uma das áreas de maior concentração de baleias-jubarte e outros cetáceos, como os golfinhos, do Brasil.


Atualmente pesquisadores do Projeto Amigos da Jubarte/Jubarte.Lab e do Golfinhos do Brasil estão monitorando os cetáceos nas águas da Grande Vitória através de uma metodologia pioneira no Brasil, o dronemonitoramento.



O tamanho dos impactos gerados pelas atividades portuárias, realizadas na costa capixaba, ainda é pouco conhecido, o que reforça a importância de estudos de longo prazo sobre a ecologia, padrões de distribuição e comportamento das espécies em questão.


Os cetáceos são considerados bioindicadores de qualidade ambiental e estão associados a locais com grande biodiversidade no ecossistema, além disso, esses animais conhecidos como megafauna marinha são espécies bandeiras, tendo importância fundamental na conservação de outras espécies viventes no ambiente marinho.



O método de dronemonitoramento utilizado pela equipe de pesquisa consiste em monitoramento em pontos fixos em terra e em embarcados abrangendo as cidades de Serra, Vitória, Vila Velha e Guarapari. O monitoramento científico vem sendo executado desde dezembro de 2021, e os resultados estão sendo surpreendentes.



Além dessa metodologia, os pesquisadores monitoram os cetáceos por métodos visuais e bioacústica. A partir das imagens obtidas, os pesquisadores do Jubarte.Lab em parceria com o laboratório de Nectologia da Ufes, estudam os comportamentos de vida desses animais, fazem análises do material e buscam soluções e medidas mitigadoras para a conservação das espécies.





A biodiversidade do litoral do Espírito Santo é linda e podemos provar, chegando a ser comparada com a biodiversidade de Fernando de Noronha! Quem imaginaria não é mesmo?!


Através do monitoramento o Projeto vem fazendo registros incríveis da diversidade marinha no litoral capixaba, tais como a baleia-jubarte, baleia-minke-anã, raia-manta, golfinho nariz-de-garrafa, golfinho-de-dentes-rugosos, golfinho-pintado-do-atlântico, tubarão-martelo, tartaruga gigante, tartaruga verde, tartaruga cabeçuda e muitas espécies de peixes.



Uma interação especial surpreendeu a todos da equipe, uma raia-manta e uma baleia-minke-anã em uma relação “amistosa” diríamos, acompanhe o vídeo clicando aqui



Além dos impactos portuários, existem outros problemas que acabam afetando diretamente a vida desses animais, como a pesca acidental, a quantidade de lixo nos oceanos e a degradação do ecossistema marinho.


Todos os esforços dos Projetos Amigos da Jubarte e Golfinhos do Brasil são em prol da conservação de espécies marinhas, proporcionando maior qualidade de vida a eles.


Conheça um pouco mais sobre o dronemonitoramento através da matéria publicada pela A Gazeta clicando aqui.



Compartilhe essa matéria com seus amigos!


Siga o Projeto Amigos da Jubarte em nossas redes sociais:

Instagram: @amigosdajubarte

Facebook: Amigos da Jubarte

Youtube: Amigos da Jubarte


Siga também o Projeto Golfinhos do Brasil:

Instagram: @golfinhosdobrasil


Para receber atualizações do Projeto Amigos da Jubarte por e-mail, se inscreva em nosso site!


--

Para aqueles que tem interesse em ver as baleias em Vitória - Espírito Santo em 2022, é só entrar no site do Projeto Amigos da Jubarte pelo link: www.queroverbaleia.com


Os Projetos Amigos da Jubarte, Jubarte.Lab e Golfinhos do Brasil são de realização do Instituto O Canal e Instituto Últimos Refúgios, em parceria com a Vale e o apoio nessa atividade da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Lar Mar.














24 views