Espírito Santo: Destino das baleias-jubarte

Autor: Bruna Rezende - Projeto Amigos da Jubarte


O Espírito Santo é um dos destinos das baleias-jubarte na temporada reprodutiva! As gigantes não só passam pelo nosso estado, como também permanecem nas águas capixabas.

Um grupo de baleias-jubarte, com dois indivíduos adultos e um filhote.


A baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae) é uma espécie de cetáceo que pode ser encontrada em todos os oceanos. Por ser um animal migratório, as baleias-jubarte enfrentam longas distâncias entre suas áreas de alimentação e reprodução. A população que reside no Hemisfério Sul, por exemplo, se alimenta na Antártica, próximo das Ilhas Geórgia e Sandwich do Sul durante os meses de verão, e no inverno busca águas mais quentes e abrigadas para iniciar sua temporada reprodutiva, que envolve o acasalamento, gestação e amamentação/cuidado parental.


Ilustração que representa a rota migratória das baleias-jubarte (grupo brasileiro).


Sendo assim, o litoral sudeste e nordeste do Brasil é palco dessas atividades que ocorrem principalmente entre junho e novembro. Nesse período, cerca de 20 mil baleias-jubarte se distribuem por quase toda a costa brasileira, estando mais concentradas na região do Banco dos Abrolhos (norte do Espírito Santo e extremo sul da Bahia).


No caso das “baleias capixabas”, que avistamos aqui na costa do Espírito Santo, não necessariamente estão indo para outras localidades, e sim que elas também utilizam as nossas águas para realizarem o seu ciclo reprodutivo até o fim da temporada, quando partem para as áreas de alimentação na Antártica.


Ilustração da distribuição geográfica das jubartes no Banco dos Abrolhos (área de maior concentração de indivíduos no litoral brasileiro).


Exposição de cabeça de um juvenil (filhote) e dorsal de um adulto (mãe)


Segundo o pesquisador do Jubarte.LAB, Jonathas Barreto, um fator importante para saber que os bichos não estão só de passagem por aqui, é ver filhotes recém-nascidos. E isso tem sido recorrente para os pesquisadores, que através do dronemonitoramento, registram indivíduos de cor clara/acinzentada e de pequeno porte, características dos filhotes da espécie.


Fêmea de baleia-jubarte com seu filhote.


Além disso, os dados do projeto em 2019 indicam que apenas na região da plataforma continental da Grande Vitória (entre Guarapari e Serra), a abundância média da população é de 250 indivíduos simultaneamente. Essa informação sugere que os animais estão aqui durante toda a temporada. No entanto, para obter dados mais assertivos e a longo prazo, as pesquisas do Projeto Amigos da Jubarte / Jubarte.LAB, com a baleia-jubarte continuam.


De qualquer forma, para nossas gigantes não existem barreiras geográficas, as jujubas são brasileiras e devemos ter orgulho delas.

O Projeto Amigos da Jubarte/Jubarte.Lab e Golfinhos do Brasil possui licença SISBIO (ICMBio), e registros na ANAC e DECEA para uso de Drones no monitoramento de cetáceos.


Compartilhe essa matéria com seus amigos!


Siga o Projeto Amigos da Jubarte em nossas redes sociais:

Instagram: @amigosdajubarte

Facebook: Amigos da Jubarte

Youtube: Amigos da Jubarte



Para receber atualizações do Projeto Amigos da Jubarte por e-mail, se inscreva em nosso site!


--

Para aqueles que tem interesse em ver as baleias em Vitória - Espírito Santo em 2021, é só entrar no site do Projeto Amigos da Jubarte pelo link: www.queroverbaleia.com


Os Projetos Amigos da Jubarte, Jubarte.Lab e Golfinhos do Brasil são de realização do Instituto O Canal e Instituto Últimos Refúgios, em parceria com a Vale e o apoio nessa atividade da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Lar Mar.














63 views

Recent Posts

See All